Design Thinking na era da transformação digital

Henrique Lima

O assunto transformação digital é um dos temas mais discutidos pelos c-levels em 2017. Aplicativos mobile, social media, cloud computing e analytics são assuntos que fazem parte da agenda das maiores empresas do mundo.

No entanto, transformação digital não se trata de pura adoção de um determinado número de tecnologias, pois elas são o meio e não o fim. Desta forma, a transformação digital pode ser definida como um movimento pelo qual uma organização evolui seus processos, modelos comerciais e cultura organizacional, a partir de tecnologias digitais, para se adaptarem à frequente mudança de comportamentos de seus clientes. A idéia é se adequar para atender às expectativas dos consumidores e engajá-los de maneiras inovadoras.

Contudo, obter o resultado esperado não é simples, exige método, disciplina e, principalmente, colocar o cliente no centro de tudo. É preciso ter empatia.

Não é à toa que grande parte das empresas adotam algum tipo de metodologia “empática” para auxiliar neste processo e uma das mais utilizadas é o Design Thinking.

A definição que mais me agrada sobre Design Thinking vem da Wikipedia. Segundo ela, Design Thinking é um conjunto de métodos e processos para abordar problemas e propor soluções de forma empática. Para tangibilizar, descrevo abaixo alguns conceitos básicos em forma de passo a passo, que podem ajudar na solução prática de problemas reais:

Defina o problema

Invista o esforço necessário para definir exatamente qual o problema que você quer resolver. Isso pode ajudar a estabelecer o que deverá ser criado mas, principalmente, o que não estará incluso.

Estabeleça uma meta

Estabeleça quais são os resultados esperados deste processo.

Realize pesquisas

Faça pesquisas qualitativas e quantitativas para entender o comportamento atual (e mutável) do usuário.

Promova a colaboração

Garanta que todos os envolvidos (todos mesmo!) estejam presentes nas seções. Inclusive áreas como jurídico, controles internos, segurança da informação e RH. Todos devem entender a dor do usuário.

Ideação

Em conjunto com o time, procure criar soluções de diversas perspectivas diferentes. Muitas vezes, a melhor solução é construída a partir de pedaços de soluções diferentes.

Crie um protótipo

A melhor forma do usuário entender uma solução é na prática. Desta forma, crie um protótipo para apresentar a solução ao usuário.

Valide a solução e colete feedbacks

A partir das impressões do usuário sobre o protótipo é possível ajustar o caminho do produto final para que resolva com maior abrangência possível o problema do cliente.

Repita!

Repetir estes processos para resolver diversos problemas vai fazer com que o time fique cada vez assertivo e produtivo.

Vale lembrar que o Design Thinking é muito adequado à transformação digital, uma vez que abrange a necessidade da inovação orientada a dados, reconhecendo que inovações disruptivas não irão acontecer sem que se compreenda as necessidades de nossos clientes.

Deixe seu comentário