E se você pudesse saber aquilo que pensam de você? Agora, você pode!

Braulio Lalau de Carvalho

De modo semelhante ao seriado Black Mirror, o aplicativo Uber permite que os usuários da ferramenta sejam avaliados. E isso é excelente. Entenda porquê!

Quantas vezes você deu bom dia hoje? Você sorriu para as pessoas quando entrou no elevador e as cumprimentou na saída? Foi cordial com o atendente da padaria na hora do café? Primeiramente, você deve estar se perguntando sobre o porquê de todas essas questões. A resposta é que, refletindo uma tendência dos tempos modernos, uma postura integradora, que dê espaço para o diálogo e que gere leveza no ambiente de trabalho hoje faz parte da mentalidade dos novos líderes.

Estes pontos são cruciais, mas a verdade é que não só são os líderes que precisam trabalhar suas relações interpessoais. Humildade, adaptabilidade e respeito são valores universais. Todos nós podemos e devemos ser mais empáticos, sobretudo em um mundo onde todos estão interconectados e o nosso comportamento pode ser avaliado na velocidade de um clique.

O que a inovação tem a ver com empatia?

Refletindo sobre esta temática da empatia, recentemente me dei conta sobre como a inovação pode influenciar positivamente também o terreno das relações humanas. E aqui, vale traçar um paralelo. Você já deve ter pelo menos ouvido falar de Black Mirror, série britânica de ficção cientifica, atualmente transmitida pela Netflix, que aborda temas complexos de nossa sociedade contemporânea, bastante voltada para a tecnologia.

Em um episódio de sua terceira temporada, ficamos sabendo da existência de um aplicativo com o qual os personagens podem avaliar pessoas, do mesmo modo que avaliam restaurantes, hotéis, o atendimento de uma loja, etc.

Pois bem, uma ideia tão curiosa quanto essa, naturalmente, acabaria saindo do universo fictício para se tornar realidade. No já consolidado Uber, app de táxi mais utilizado em 108 países segundo dados SimilarWeb, por exemplo, não são só os motoristas que são avaliados durante uma corrida, os passageiros, ou seja, nós, os usuários comuns, também recebemos notas dos próprios condutores, como forma de estimular uma viagem agradável e respeitosa para todos.

Com esse paralelo, já é possível notar o quanto o cenário de disrupção no qual estamos imersos favorece a construção de relações humanas mais saudáveis. Sem adotar o tom sombrio do ótimo Black Mirror, penso que a tecnologia está do nosso lado e o sistema de avaliações de um aplicativo como o Uber ou de outras soluções do mercado, pode ser um primeiro passo para estimular uma convivência harmoniosa em sociedade.

Tudo isso é fundamental, pois o modo como tratamos as pessoas reflete, por exemplo, na forma como lidamos com nosso ambiente de trabalho. Se queremos ser líderes inspiradores (ao invés de controladores) e causar paixão pelo trabalho em nossas equipes (no lugar do tédio), devemos ter atenção e cuidado com nossas relações cotidianas.

Sua nota no Uber reflete quem você é

Ainda sobre o Uber, acredito que podemos ir mais além nesta análise e enxergar a nota como uma métrica de nossa postura em sociedade. Sua avaliação caiu nos últimos dias? Porque então não trabalhar para melhorar essa pontuação? Se, em nossas empresas, nos empenhamos para oferecer os melhores produtos, o que nos impede de buscarmos também nossa evolução enquanto consumidores e, em última instância, enquanto pessoas?

Sua nota no Uber pode ser tomada como uma métrica interessante para o desenvolvimento pessoal. Quando você ler este artigo, aproveite para fazer uma autocrítica serena e para utilizar esta pequena amostra do “feedback universal” em prol de sua melhora diária.

Gosto de pensar que, mesmo quando damos de cara com uma avaliação ou feedback que discordamos (e isso vale para o dia a dia em geral), podemos parar e pensar no que foi dito e encarar a opinião do outro como uma oportunidade de crescimento. Aliás, é como diz o ditado: você pode escolher olhar para o lado bom ou o lado ruim das situações, para o copo meio cheio ou meio vazio…

Vale salientar ainda que essa busca pelo desenvolvimento diário não é somente de ordem pessoal ou ética. Ter boas relações em sociedade nos traz benefícios concretos, favorece a criação de uma rede de contatos diversificada e gera mais confiança, respeitabilidade, inclusive no mercado.

O próprio Uber, aliás, informa que uma nota inferior a 4.6 já é vista como negativa e o usuário pode ser excluído da base de usuários do app.

Conclusão: seja capaz de rever seus conceitos

Para concluir, nunca é demais reforçar a importância de estarmos abertos para revermos nossos conceitos e postura. A vida é um aprendizado e podemos sempre ser melhores gestores, melhores cidadãos e melhores pessoas. Se a tecnologia pode nos auxiliar com este processo, todos ganhamos, pois, nossa evolução contribui para a evolução de toda a sociedade. Ousemos buscar o melhor. Aliás, você já viu a sua nota no Uber hoje?

Comentários
  • Maicon Reche
    Responder

    A avaliação é uma das chaves para entregar um feedback construtivo. Artigo excelente!

Deixe seu comentário